análise de curto circuito.jpg

ESTUDO DE CURTO CIRCUITO

Curto Circuito.jpg

O que é um estudo de Curto Circuito?

Um estudo de curto-circuito é um método de análise que determina a magnitude das correntes que fluem durante uma falha elétrica,quando temos a ocorrência de uma falta, geralmente causada por uma concessionária local ou outra fonte de energia. A comparação desses valores calculados com as classificações dos equipamentos é o primeiro passo para garantir que o sistema de energia seja protegido com segurança. 

Uma vez que as correntes esperadas de curto-circuito são conhecidas, um estudo de coordenação das proteções precisa ser realizado para determinar as características, classificações e ajustes ótimos dos dispositivos de proteção do sistema de potência.

Normalmente simulam-se dois tipos de curto–circuito

Subtransitório

Fornecerá  as correntes assimétricas de curto-circuito,  para termos o ajuste dos dispositivos de proteções elétricos instantâneos,

Transitório

Fornecerá informações técnicas, para os devidos ajustes dos dispositivos de proteção temporizados.
Geralmente é utilizado em disjuntores ou relés para garantir as devidas proteções descritas acima.

Após os cálculos efetuados, é necessário verificar se os equipamentos existentes, possuem características construtivas para suportar os esforços elétricos e mecânicos, caso o sistema venha a ter que suportar um curto circuito.

Utilizamos os valores mínimos de corrente, para garantir que o sistema de proteção venha a atuar, mesmo que ocorra uma falta com correntes de curto-circuito de pequeno valor.

Os dispositivos de proteções, devem ter sua capacidade de interrupção ou de ruptura igual ou superior ao valor da corrente de curto‐circuito calculada.

A energia que o dispositivo de proteção deve deixar passar, não pode ser superior à energia máxima suportada pelos dispositivos e condutores situados a jusante.

Curto Circuito Transitório.gif

Como você sabe se um disjuntor funcionará quando solicitado a interromper uma falha elétrica ou um curto-circuito? 

Você provavelmente não terá certeza. Quando as altas correntes excedem a capacidade dos  equipamentos de proteção no sistema elétrico, um curto-circuito pode fazer com que haja a explosão dos equipamentos. Por isso é importante a realização de um estudo de Curto-Circuito e um estudo de Coordenação e Seletividade dos dispositivos de proteção (Disjuntor, Relés e Fusíveis).

Como é realizado um estudo de curto-circuito?

A MS realiza o  estudo de Curto Circuito em 5 estapas:

  1. Coletamos os dados – As informações sobre todos os componentes e equipamento são obtidas através uma visita de campo, são solicitados os dados da concessionária de energia e analises das folhas de dados dos equipamentos elétricos são coletados, e em seguida organizados;

  2. Diagrama Unifilar – É atualizado ou elaborado o diagrama Geral do sistema elétrico que mostra como todos os componentes são interligados;

  3. Análise computacional – É inseridos as correntes de curto-circuito  em software específico  com os dados do sistema em vários pontos do sistema;

  4. Tabela de resultados – Todos os resultados são inseridos em uma tabela e é feito uma comparação com as classificações dos equipamentos do sistema;

  5. Relatório final – é realizado um relatório detalhado incluindo as recomendações para ações preventivas e corretivas.

Como é feito um estudo de coordenação das proteções?

A Ms realiza o estudo de coordenação em 6 etapas:

  1. Estudo de curto-circuito – É realizada uma análise das correntes de falta no sistema de potência;

  2. Coleta de dados – Além dos dados coletados para o estudo de curto-circuito, informações adicionais são coletadas nas configurações e classificações atuais de todos os dispositivos de proteção;

  3. Dados do fabricante – Cada dispositivo de proteção tem características de respostas exclusivas, documentadas nas “curvas tempo-corrente” do fabricante, necessárias para o estudo;

  4. Análise computacional – Permite ao engenheiro determinar as configurações ideais que fornecerão a melhor proteção para o sistema;

  5. Tabular resultados – As configurações e as classificações de cada dispositivo de proteção são colocadas em uma tabela para comparação com as configurações e classificações encontradas em campo.

  6. Relatório final – Elaborar um relatório detalhado com os ajustes das curvas de proteção.

       Curvas de Atuação das Proteções

Com que frequência o Estudo de Curto Circuito deve ser feito?

Na fase de elaboração do projeto elétrico, quando o Sistema Elétrico de Potência for projetado, se não houver nenhuma ,modificação no sistema elétricos o estudo deverá ser feito regularmente a cada cinco ou seis anos.

Segue abaixo situações específicas:

  • Alteração de parâmetros pela concessionária;

  • Aumento ou diminuição de equipamentos elétricos, disjuntores, CCMs, Transformadores dentre outros.

 

Quais os Benefícios do Estudo de Curto Circuito?

  1. Melhoria da segurança das instalações ,dos equipamentos; e da pessoas;

  2. Melhoria na confiabilidade do sistema elétrico de potência;

  3. Cálculos assertivos de cada configuração do sistema elétrico, para projeções de expansões;

  4. Verificação da capacidade dos disjuntores de suportarem os esforços dinâmicos produzidos pelas correntes de curto-circuito;

  5. Atendimento dos padrões ANSI, IEC 60909 e IEC 61363. 

Por que contratar a MS PROJETOS?

A MS tem possui larga experiência em Estudos de Curto Circuito e com um corpo técnico de profissionais  experientes. Utilizamos os mais modernos softwares de aplicação em proteção de sistemas elétricos do mercado para  oferecemos as soluções mais seguras e sustentáveis.

Wpp MS